Ainda sem título

Eu estava debaixo do chuveiro quando me veio de repente a inspiração para um post sobre amor.

Quer dizer, não necessariamente sobre amor, mas sobre relacionamentos, quantidade de mulheres na cidade versus quantidade de homens; fatores determinantes na hora de escolher uma companheira; o vizinho da minha tia, as convicções dele e a conclusão decepcionada dela ao fim da nossa conversa; Prozac, Frontal e demais fármacos que tornam a nossa vida mais fácil nesse campo minado da solteirice, enfim… Seria um post meio melancólico, meio reflexivo, pouco auto-biográfico (abraçando o prazo de mais 3 anos para a definitiva conversão da ortografia para aquela que ninguém entende direito ainda e que vai foder mil e tantos vestibulandos daqui a 3 anos) e que, como todo post com um quê de fel, seria devidamente inspirado por música nenhuma e a voz do Miguel Falabella ou de alguma narradora dramas foda ao fundo ou por Sade, Adele ou qualquer outra dor de cotovelo.

Mas aí eu resolvi abrir meu pen drive de mil oitocentos e trinta e sete, vi um arquivo que é um vídeo da Beyoncé, lembrei que eu queria baixar uma música dela, entrei no 4Shared (não me julguem, não tenho dinheiro nem pra baixar do iTunes a 0,99), dei um preview na música, fiquei animadinha e fodeu toda a minha inspiração para um post típico de uma redatora solteirona, sentada na frente do computador de pijama, cabelos molhados e óculos, numa sexta-feira à noite, sem porra nenhuma pra fazer.

Fim do post. Vou tentar escutar uma música deprê solidão antes que o início daquele outro post se vá de vez e eu perca a chance de, sei lá, ganhar um Pullitzer por um drama romântico, um prêmio Esso de jornalismo ou a cadeira do Eça de Queirós na Academia Brasileira de Letras.

Cacete. Eça de Queirós é português. Lá se foi minha cadeira.

Anúncios

SPFW SS 2012/2013 | Terceiro dia – Forum

Quero ir já pra beirada de uma piscina bem acompanhada das amigas, tomar uma mimosa (champagne geladíssimo com suco de laranja) ou uma cerveja “mofada”! Quero teletransportar pro Rio. Ou pra Salvador. Ou pra qualquer lugar que tenha sol, sal e mar!

Quero uma camisa de laranjas ou uma calça de limões (o sapato azul turquesa eu já tenho) ou um vestido longo beeem longe do meu corpo pra nada me incomodar nesse verão LINDO que a Forum fez para retornar às passarelas depois de 6 anos longe das fashion weeks.

A trilha sonora também foi perfeita para dar o tom da coleção. Caetano Veloso marcando presença em dois desfiles seguidos hein, pessoal? Adriana Degreas também teve!

Pensando seriamente em quebrar o cofrinho para passar na Forum mais próxima antes da temporada em Búzios desse ano.

SPFW 2012/2013 | Terceiro dia: Água de Coco

Mais uma vez o recorte a laser, o tricô de ráfia/efeito cestaria e os maxi acessórios vem como denominador comum entre o desfile da Água de Coco e outros desfiles já vistos nessa temporada. Mas nem por isso as peças de Liana Thomaz deixaram de ser lindas!

Não gostei de abrirem o desfile com o merchan da Colgate. Até então não vi nada parecido. Sem contar que foi de muito mal gosto a referência óbvia ao comercial do perfume “J’Adore Dior“.

Também achei e trilha sonora bem caribenha para um desfile que teve sua inspiração na Turquia e estampas feitas a partir de imagens (lindas!) da Capadócia. (Alô, Mariella!)

No mais, looks com decote ombro a ombro deslumbrantes, tops cropped, calcinhas bem à brasileira, fendas duplas em vestidos longos belíssimos e com profundos decotes nas costas!

Lindo e elegante!

 

SPFW SS 2012/2013 | Segundo dia – Ronaldo Fraga

Gente!!! Eu não tenho como amar MAIS esse desfile do Ronaldo Fraga! Sem puxar sardinha pra minha terra, mas o cara é FODA!!!

Depois de tantos desfiles com passarelas limpas e minimalistas, a cenografia meio mata atlântica, lotada de verdes, o fundo laranja bem pôr-do-sol e o vestidão off-white de tecido natural amassado e modelagem “A” foi sensacional!!! Some-se a isso a trilha sonora típica do Pará, vozes fortes, cores fortes… Ai, morri de amores. Sério mesmo!

Os vestidos são largos, mas nem por isso são sacos de batata. É tudo muito confortável, muito fresquinho, sem cair no lugar-comum do “fluido”, do delicado, do semi-élfico. Recortes nas costas e nos ombros dão o tom da sensualidade forte da mulher nordestina. E brasileira, né? Devemos dizer…

SPFW SS 2012/2013 | Segundo dia – Iódice

Gente, não me empolguei com o desfile da Iódice. Acho que fiquei tão maravilhada com o da Colcci, que me pareceu meio pobrinho…

A trilha sonora encontrou direitinho a projeção azul no fundo da passarela, mas o primeiro look não impressionou como deveria – apesar de ter sido bem bonito. Não foi a locomotiva do desfile, sabem?

A inspiração foi o movimento das águas, mas só a senti presente nos vestidos esvoaçantes no final do desfile.

Os looks foram bonitos, mas nada que desse o TCHAN! necessário na passarela.

Muita cintura marcada, muito brilho molhado, silhueta ampulheta e decote cruzado. Praticamente mais do mesmo que vimos no desfile da Colcci.

Comentei isso com o namorado ontem: antigamente as semanas de moda eram legais porque as tendências se encontravam depois que o evento acabava, nas análises. As inspirações eram mais PIRAÇÕES, sabem? Nada era óbvio demais. Hoje parece que existe uma reunião dos estilistas sobre materiais e estruturas a serem lançados e cada um só imprime a sua marca depois. Meio boring.

É tanto que as atenções ficam despertas aos detalhes: maquiagem, cabelo, acessórios e sapatos.

De qualquer forma, me agradou muito os vestidos brancos com aplicações metálicas e o gran finale com a Fernanda Motta.