SPFW SS 2012/2013 | Terceiro dia: UMA por Raquel Davidowicz

Assim… Achei bonito o desfile da UMA. Simples, chique, tranquilo, sem maiores.

Transparências dão o tom da tendência, franjas falam um pouco de novidade na marca e só.

Os cortes são retos tanto nas calças quanto nos vestidos longos e as cores variam entre o o branco e o preto passando por um azul bem de leve. Não entendo o conceito da marca, mas alguns vestidos eu usaria para sair da praia para almoçar, por exemplo. Ou do clube.

SPFW SS 2012/2013 | Segundo dia – Paula Raia

Gente, quanto atraso! Mas a vida tá corrida e mil transformações ótimas acontecendo! Já, já eu conto.

Vamos ao desfile da Paula Raia.

Achei muito chique, muito leve, muito arquitetônico.

A primeira impressão que eu tenho dos desfiles é o que vai nortear minhas observações ao longo dele e a impressão que tive é de total consonância entre o primeiro look extremamente angelical e a trilha bem levinha. A beleza das modelos com os cabelos quase ao natural e partidos no meio também ajudou a criar a aura de quintessência, reforçada por meias-calça/leggings de tule que formaram verdadeiras brumas nas pernas das modelos.

A arquitetura, primeira profissão de Paula – arquiteta por formação, esteve presente nas formas longilíneas e verticais de todas as peças. A única horizontalidade ficou por conta de uma única peça cuja cintura era marcada logo abaixo do busto, na região da… CINTURA! Fizeram-se notadas também claras referências ao modernismo, ao construtivismo e aos anos 20: vestidos leves e elegantes, geralmente em seda, deixando braços e costas à mostra.

Falando em braços e costas à mostra, notei uma elegância, uma sensualidade confortável dissonante da opinião de muitos que pregam que para a mulher ser sexy sempre tem que haver uma boa dose de masoquismo envolvida (um corpete apertado, um salto estratosférico, um sapato pouco menor, enfim)…

Pantalonas e transparências também apareceram para confirmar ambas as tendências para a próxima estação.

Às fotos (by Chic):