Campanha sensacional! Doação de órgãos

Ei, pessoal!

Estou estudando uma forma legal de fazer uma grade de conteúdo pro blog. Voltar a escrever com mais regularidade e tornando o espaço mais especial para quem me honra com seu tempo por aqui.

Vou abrir uma brecha para divulgar ações do bem. Campanhas publicitárias legais ou campanhas de gente como a gente que faz bem para a nossa comunidade e para o nosso planeta.

Para inaugurar, escolhi a campanha de doação de órgãos e tecidos da Santa Casa de São Paulo.

É um vídeo onde eles fizeram uma interação maravilhosa com o público, distribuindo senhas como se fossem seus lugares na fila de espera para receber um órgão (e embaixo o número real da senha de atendimento da pessoa). Em seguida, mostra a reação dos clientes ao saber quantas pessoas estão na fila por um transplante.

É chocante, emocionante e para colocar todos nós para pensar.

Tome uma atitude positiva nesse início de ano: avise sua família e seja um doador.

Anúncios

Diário SP – Day 2

No segundo dia, depois de passar uma noite meio do cão porque meu roomate roncava mais que uma britadeira, acordei, sem culpa e ainda sonolenta, às 3 da tarde. Éééééééé TRÊS-HORAS-DA-TARDE numa terça-feira. Perdi até a noção de onde eu estava, por que, fazendo o que, etc… Mas foi bom. Estava precisada de uma beeeela dormida.

A vista bonita que eu tive ao acordar: a cama de cima!

Tomei um bom banho numa ducha espetacular que tem no albergue, troquei de roupa e saí para comer já de mochila nas costas, pronta para ir pra HSM.

Sentei no Desfrutti, uma casa de comida natural na própria Leopoldo (Couto Magalhães Jr.).

A proposta do Desfrutti é ser mesmo uma boa opção de comida saudável para o dia a dia da turma que vive e trabalha na correria de São Paulo. Lá eles servem wraps quentes e frios, crepes salgados e doces, saladas, sanduíches naturais, grelhados, sucos e vitaminas, energéticos, cremes e saladas de frutas.

Abrem para o almoço, happy hour e jantar, entregam em casa ou no escritório e fazem eventos – parte mais legal!

Eu pedi um suco de beterraba, cenoura e laranja (que para mim tem um super gosto de infância) e um crepe de camarão com alho poró. (Mas confesso que fiquei super tentada a pedir um belo macarrão integral!). Estava tudo muito leve e muito gostoso!

Sucão de beterraba, cenoura e laranja. Perfeito!

Me mandei pra HSM para mais um dia de aula… E a vista do meu pôr-do-sol foi essa:

Ok, não é bem um pôr do sol, mas é o fim do dia no WTC. Te amo, São Paulo!!!

Na volta pra casa, conversei com o dono do albergue, que é uma simpatia, e comentei que meu “colega” roncava por demais. Ele, imediatamente, me trocou de quarto e me colocou junto com uma mulher, num quarto duplo.

Confesso que fiquei aliviada e a experiência do albergue tornou-se um tanto mais confortável. Dividir o quarto com uma mulher, ainda que desconhecida, é sempre bem menos tenso do que dividir com um homem, certo?

Dormi tranquila e passei a noite super bem. Mais tarde tem o terceiro dia de aventuras!

 

 

Hot spot SP: Café Santo Grão

Depois do primeiro dia de aula, para integrar, fomos eu e mais dois colegas (oi, Renzo! Oi, David!) tomar uma no Santo Grão do Itam (sugestão do Renzo. O capixaba mais paulista que eu já vi na vida…). Oba! Mais lugares pra eu conhecer na paulicéia!

O Santo Grão é um café super especial que tem 6 unidades espalhadas por São Paulo (Cidade Jardim, Higienópolis, Itaim, Oscar Freire, Moema e Vila Madalena) e um ambiente único em cada uma delas.

Chegamos às 23:00 de uma segunda-feira e mesmo assim fomos super bem atendidos!

A entrada é  linda, com tochas e velas iluminando a área externa que fica bem cheia e é super agradável. Para os dias mais frios, a galera que gosta do sereno e das estrelas pode ficar sossegada porque não faltam aquecedores. Lá dentro, um mesão comunitário e mesas normais para quem quer só tomar um café ou jantar tomando um vinho (pode levar sua própria garrafa. Eles cobram R$30,00 a rolha. Achei digno).

O cardápio é simples, descomplicado e parece ser uma delícia. No momento, estávamos mais para relaxar mesmo, então ficamos só na cerveja e beliscamos tipo uma mini pizza de funghi que estava uma delícia!!! Crocante, com os cogumelos suculentos… Nhami!!!

A noite foi super agradável e super engraçada também porque estávamos os 3 nerdando nos respectivos celulares!

Adorei a novidade! Pra ir de turma ou a dois (as velas propiciam um climinha romântico…).

Nossa convenção nerd. Dois iPhones e um Galaxy Note que colocamos de castigo para que pudéssemos conversar. Mas a tentação era grande de cada um sair correndo e pegar o seu.

Eu, David e Renzo… Stella Artois pra que te quero!

 

 

Hot Spot SP: SassaSushi

Depois de um longo e tenebroso inversno, eis-me aqui novamente para continuar contando da minha semaninha sonho em SP.

Como eu disse pra vocês, no primeiro dia fui almoçar com um amigo querido no Sassasushi.

Apesar de ser piolha do Itaim, não conhecia esse restaurante japonês delícia que fica na Avenida Horácio Lafer, 640! Tipo DO LADO do meu pouso oficial em SP.

Ambiente muito gostoso, atendimento de primeira, comidinha super bem feita, entradinha caprichada, buffet de pratos quentes e frios e, para terminar, um bom cafezinho!

Dizem que à noite lá fica bem melhor, mas eu não tive a oportunidade de ir. Pena! (Aliás, diga-se de passagem, eu só saí à noite em SP um mísero dia e nem foi pra baladinha… #véia)

Ah! Pra quem curte a praia de Juquehy, litoral norte de SP, eles também tem uma unidade lá!