SPFW SS 2012/2013 | Primeiro dia – Tufi Duek

Tadinhas das modelos, gente!!! Ahahahaha… Se equilibrando naquela cenografia LINDA do desfile da Tufi Duek!

Eu AMEI o combo cenografia básica + trilha sonora acompanhando a evolução dos looks desde uma coisa basiquinha, fresquinha, tranquila até o estilo mais pesado, mais rocker.

Os sapatos, claro, chamaram minha atenção: LINDOS!

Aqui eu já não reclamo mais da “pegada esportiva”: achei bem sutil, quase imperceptível.

E adorei a fluidez dos tecidos super bem colocados para a estação a que se propõem.

A sutileza da tal da pegada esportiva encontrei nestes dois looks. Zíperes e amarrações com cordões em casacos e coletes se fundem com a delicadeza dos tecidos semi-transparentes e das construções em laise deixando o conceito esportivo pouquíssimo óbvio. Ótimo!

Eis aqui mais três provas que eu estou, de fato, enlouquecendo, já que AMEI os 3 vestidos em tons de rosa. Principalmente o do meio! Quero um casamento ontem para eu ir com ele!

Achei esses dois looks duas delícias! Claro que não usaria tudo junto como as modelos, mas tenho VÁRIAS combinações que posso fazer com as quatro peças que estão impecáveis!
E, pra fechar o desfile com chave de ouro, essas duas evoluções rockers pelas quais me apaixonei perdidamente: a primeira mais glamurosa para uma noite especial e a segunda que pode tanto ser usada com um salto, quanto com um All Star pra deixar com uma carinha de menina…

SPFW SS 2012/2013 | Primeiro dia – Animale

Gente… Há quanto tempo não faço um review de fashion week, hein? Acho que até perdi um pouco da prática, mas vamos lá! O olhar não perdeu o bom gosto!

No primeiro dia desfilaram Animale, Alexandre Herchcovitch Feminino, Tufi Duek, Fause Haten e Triton.

Ao looks:

ANIMALE

Primeira coisa que me chamou a atenção no desfile da Animale foram os sapatos! Maravilhosos, super sensuais e a cara do verão, pernas de fora, bronzeados e toda a seara de prazeres que o verão traz.

Segunda coisa que eu adorei foi a trilha sonora! Muito legal, sexy, bem do jeito que a marca propôs a coleção.

Não curti muito as bermudas modelo ciclista por baixo de lindos vestidos de tecidos leves. Essa pegada esportiva está parecendo virose do mundo fashion e contaminando todas as coleções. Concordo que a moda torne os uniformes esportivos muito mais interessantes, mas não deveria ser uma via de mão dupla. Não nessa proporção.

A inspiração na noite africana e seus matizes e realces foi excelente. Imagino como tenha sido essa excursão para os fotógrafos e estilistas…. Uma coisa de louco! Mas… ficou meio misturado o conceito com essa coisa de “modelagem próxima ao corpo”. Sei lá. Achei meio estranho e sem graça.

Uma peça, porém, que me chamou muita atenção foi essa saia lápis (e atentem-se para a maravilha de sapato!):