Ah, memories! O quarto do “baby”

Coloquei o baby aí em cima entre aspas porque meu Pequeno Príncipe já saiu da categoria bebê para a categoria criança – muito embora para mim ele será sempre um bebê mesmo quando tiver seus próprios bebês (momento arrancação de cabelos)!

E, assim como o resto da casa, o quarto do Baby Cantoni Coutinho também está under construction!

Já mudei a posição do quarto 300 vezes até encontrar a disposição de móveis ideal para dar a ele espaço para brincar e para satisfazer meu olhar crítico de mulher que adora decoração (e a gente sabe que nem sempre o mais bonito é o mais espaçoso, né?). Hoje estamos com a cabeceira da cama na mesma parede da janela, o baú de brinquedos ao lado (cujo tampo serve de criado mudo), a cômoda com a TV e o DVD em frente à cama e um enorme espaço vazio ao lado, na parede onde fica a porta. É tipo assim:

Eu e toda a minha inexistente habilidade de lidar com plantas baixas… As dimensões expostas não são nem perto da original, mas é o que tem pra janta!

1) Cama dele

2) Cômoda em frente

3) Janela

4) Baú de brinquedos que serve como criado

5) Armário (sim, o armário dele é giga!)

6) Porta

Mas ainda estava sentindo o quarto muito vazio, sem a carinha dele, sabem?

Pequeno Príncipe é viciado em carrinhos Hot Wheels (hobby intensamente incentivado por mim e pelo meu pai, claro!) e tem mais de 50! Então o namorado comprou pra ele um quadro que parece uma colméia com 140 nichos para os carrinhos. Muito coisa de colecionador… Mas fez o favor de pintar o quadro de… PRETO! Não ficou legal… E na hora de pregar na parede, ficou 30 graus torto! (Mentira, sei lá quantos graus ficou torto, mas ficou torto o suficiente para ser percebido por uma pessoa normal.) Então estava parecendo mais um puxadinho do que um quarto de criança. Tava muito improvisado!

Daí, mamãe aqui, que guarda os pertences da cria desde que nasceu como se fossem jóias (eu ainda tenho muitas lembrancinhas de maternindade), assaltou o baú da criança (é lindo, um dia eu mostro) e tirou de lá a primeira camiseta que ele usou na vida e a roupinha com a qual saiu da maternidade! E… ENQUADREI!

A primeira vez (e única, confesso) que vi isso foi na casa do querido Felipe Motta, que teve sua primeira blusinha de uniforme enquadrada pelo pai (ou foi pela mãe? Ajudaí, Camila!). Achei a coisa mais fofa do planeta e, claro, prometi que um dia faria o mesmo com alguma peça muito especial do meu filho. E assim foi.

Levei as roupinhas na Criar Molduras (loja especializadíssima em molduras aqui de BH) e pedi que eternizassem um dos momentos mais felizes da minha vida, que foi quando eu fui pra casa com meu bebê nos braços! E, de quebra, para fazer par, conservassem também a camisetinha que diz o que ele é pra mim: um solzinho!

Coloquei os quadros no quarto dele logo abaixo de um taco de baseball vintage que minha mãe deu, contrastando o menino que ele já é com o bebê que foi um dia. E ficou muito lindo!!! Dá uma olhada:

Camisetinha Zara e macacãozinho com casaquinho Babies.

Ah! Com relação ao quadro dos Hot Wheels, estou reformando e pintando de branco. Já já ele ganha parede e cara novas!

Vai lá: Criar Molduras | Av. do Contorno, 3.987 – São Lucas | Tel.: (31) 3225-2833

Anúncios

Uma resposta em “Ah, memories! O quarto do “baby”

Deixe um bocadinho de você...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s